Associação Brasileira de Antropologia

A- A A+

Chamada de contribuições para v.1 n.3 de Novos Debates


Novos Debates é um fórum acadêmico promovido pela Associação Brasileira de Antropologia (ABA) e voltado a pesquisadoras e pesquisadores em formação em antropologia. Seu objetivo é ser um periódico de divulgação dinâmica de pesquisas em andamento e recentemente concluídas no Brasil e, ao mesmo tempo, se construir como um espaço crítico de discussão de questões teóricas, metodológicas e políticas contemporâneas caras à disciplina e aos grupos com os quais trabalhamos em nossas pesquisas e ações profissionais. Novos Debates cria um espaço dinâmico de diálogo, opiniões e embates necessários à formação das novas gerações de pesquisadoras e pesquisadores em antropologia.

Novas Pesquisas

Convidamos estudantes em antropologia e áreas afins, de todos os níveis de formação, a enviar contribuições para a seção Novas Pesquisas. Aceitamos textos sobre pesquisas em desenvolvimento ou recentemente concluídas no quadro de formação acadêmica de seu autor. Tendo em vista que o objetivo dessa seção é fazer circular os trabalhos desenvolvidos pelas e pelos estudantes, propomos o envio de textos curtos com uma apresentação sucinta e clara de suas pesquisas, apresentando: problemática, referencial teórico, metodologia e considerações sobre o campo.
 
Fórum

O editor convidado para organizar a seção Fórum deste número é Guilherme Falleiros, membro do coletivo autogestor da Casa da Lagartixa Preta "Malagueña Salerosa" e doutor em Antropologia Social (USP). Convidamos pesquisadoras/es para que contribuam com este Fórum com texos que tratem dos processos de intimidação e assédio a apoiadoras/es dos direitos indignas no Brasil e lutas indígenas diante disto. A recente CPI da FUNAI, organizada pela frente parlamentar da agropecuária, firma, de dentro do aparelho do estado, a violência e a criminalização como procedimento padrão de assédio, não apenas aos indígenas e de antropólogas/os, mas a todos os atores sociais comprometidos com a garantia constitucional dos direitos indígenas. Serão especialmente bem-vindos textos para este Fórum que tratem de casos concretos de resistência indígena e que analisem as modalidades de violência contra eles utilizadas. Alguns dos temas relativos a isto podem ser o genocídio da população indígena, violações de direitos (humanos, constitucionais), a judicilização e o assédio a lideranças indígenas, antropólogas/os e promotoras/es bem como as alternativas indígenas diante disto, autodemarcações, ações diretas, organizações e movimento indígena brasileiros, etc.

Resenhas

Aceitamos o envio de resenhas de publicações, exposições artísticas e etnográficas e de filmes recentes que sejam de potencial interesse à reflexão antropológica.

Entrevistas

Por fim, acolhemos entrevistas com pesquisadores, agentes públicos ou integrantes de movimentos sociais, que podem ser submetidas à apreciação editorial da publicação. Neste número interessa a Novos Debates entrevistas com antropólogos/as que tenham experiência de trabalho em órgãos públicos, ONGs etc. e que atuem ou tenham atuado em processos de reconhecimento de direitos territoriais. Por enquanto, aceitaremos entrevistas unicamente no formato de texto.

Normas de envio dos textos

  1. As contribuições devem ser enviadas até 30 de julho de 2017, através do endereço eletrônico:  This email address is being protected from spambots. You need JavaScript enabled to view it. .
  2. Aceitaremos textos em português e espanhol.
  3. Por favor, identifique no assunto da mensagem a seção para a qual submete sua contribuição.
  4. Novos Debates está aberta a contribuições de outras disciplinas além da antropologia, desde que os trabalhos apresentem potencial interesse à comunidade antropológica.
  5. As normas para publicação são as seguintes: Fonte: Times New Roman 12; Espaçamento: 1,5; Margens: 2,5 (acima e abaixo) por 3,0 (laterais). A extensão dos textos é de 9 mil caracteres (contando os espaços e sem contar as referências bibliográficas) para a seção Novas Pesquisas e Resenhas, e máximo de 20 mil caracteres para as entrevistas (contando os espaços).
  6. A formatação das referências bibliográficas deverá seguir as normas da revista Vibrant. Sublinhamos que a perfeita adequação da formatação das referências será especialmente observada para a avaliação dos trabalhos recebidos.
  7. Os arquivos de texto devem estar em formato Word (extensões ".doc" ou ".docx") e devem comportar o nome completo, filiação institucional, bolsa de pesquisa (se for o caso), e-mail e link para o Currículo Lattes.

 
Clique aqui para o modelo de Declaração de Direitos Autorais

Editores-chefe da Novos Debates

Barbara Maisonnave Arisi (UNILA)

Marcos Alexandre dos Santos Albuquerque (UERJ)